{% viewClass %}

Origem dos Menonitas

  • Os menonitas são um grupo de fé cristã que surgiu na Europa durante o século XVI, na mesma época da Reforma Protestante. O ex-sacerdote católico holandês Menno Simons - daí o nome menonitas - uniu-se aos anabatistas holandeses em 1536 para pastorear igrejas pelo Noroeste da Alemanha e da Holanda, atividade que exerceu durante 25 anos.

    Trabalhadores incansáveis, agricultores exímios e homens de grande fé, os menonitas sofreram muitas perseguições políticas e religiosas naquele século, razão que os levou a se refugiarem na Prússia e, mais adiante, na Rússia, aumentando a comunidade. Com a 1ª Guerra Mundial, em 1914, a comunidade menonita voltou a ser perseguida e até condenada a trabalhos forçados nos campos gelados da Sibéria. A situação os levou a atravessar penosamente o Portão Vermelho, libertando-se do sofrimento na Rússia e retornando à Alemanha.

    Em 1929 os menonitas conseguiram vistos para o Brasil e, em fevereiro de 1930, o navio Monte Olívia desembarcou no Brasil trazendo 30 famílias que se estabeleceram em Santa Catarina, no Vale do Krauel. Por volta de 1932, parte desses imigrantes seguiu para Curitiba (PR), onde os campos abertos e planos permitiam o uso do arado e a criação de gado e logo trouxeram progresso para a região. 

    Bloco 1
  • Bloco 2

    No ano de 1961, os imigrantes fundaram simultaneamente o Instituto Bíblico Paranaense (IBP), em língua portuguesa, e o Instituto Teológico Evangélico (ITE), em língua alemã. Em 1972 realizaram a fusão dessas instituições para formar o Instituto e Seminário Bíblico Irmãos Menonitas (ISBIM).

    Foi o ISBIM que, junto à Fundação Educacional Menonita (FEM) iniciou os diálogos com o Ministério de Educação e Cultura (MEC) para o credenciar o curso de Teologia em nível superior. Em 2004 o sonhou tornou-se realidade e a Faculdade Fidelis abriu as portas como uma instituição que forma profissionais com valores éticos e princípios cristãos por meio de um ensino de qualidade, que prepara para a vida profissional, social e familiar.